Galeria

Vamos perder a Amazônia para o aquecimento global?

Pesquisadores brasileiros afirmam que o futuro da floresta pode não ser tão sombrio quanto foi divulgado essa semana. Uma previsão pessimista, apresentada pelo Centro Hadley de climatologia, surgiu como um balde de água fria nos esforços para conservação da floresta. Os pesquisadores ingleses afirmaram, em um congresso na Dinamarca, que não seria possível salvar a Amazônia dos efeitos negativos do aquecimento global se o aumento da temperatura do planeta atingisse quatro graus Celsius, comparado com níveis pré-industriais. Nesse cenário perderíamos 85% de floresta independente de qualquer política de conservação aplicada na região.

Apesar da grande repercussão do estudo, cientistas brasileiros alertam que a Amazônia ainda pode ser salva sim. “Entre todos os modelos climáticos feitos para o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas das Nações Unidas, o modelo do Centro Hadley é um dos que projetam os maiores aumentos de temperatura e diminuição das chuvas para a Amazônia durante o século XXI. Por isso é o modelo climático que mostra a maior perda de floresta, com uma velocidade muito rápida”, diz Carlos Nobre climatologista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). “Em 2007, fizemos uma pesquisa com outros quinze modelos de projeções climáticas, além do Centro Hadley, e chegamos ao um número menor de perda da cobertura floresta da região. Caso a temperatura média do planeta tenha um aumento de quatro graus Celsius, perderíamos 40% de floresta”. Nesse caso as políticas de conservação da Amazônia, com a atual guerra contra a pecuária ilegal encabeçada pelo ministro Carlos Minc, ainda são importantes para garantir o futuro da região. Uma boa notícia para o Sudeste do país, que depende da Amazônia para garantir até 75% de suas chuvas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s